Os dez super computadores do mundo


Os dez super computadores do mundo

by Katherine Johnsen, in Ideias


Posted on March 17, 2023 at 03:09 PM

Um supercomputador é um tipo de computador projetado para realizar cálculos complexos e resolver problemas que estão além da capacidade de um computador padrão ou de um cluster de computadores. Os supercomputadores são extremamente poderosos e são capazes de realizar bilhões ou até trilhões de cálculos por segundo.

Os supercomputadores são usados para uma ampla gama de aplicações, incluindo pesquisa científica, previsão do tempo, modelagem climática, simulações de engenharia e modelagem financeira. Eles também são usados em indústrias como exploração de petróleo e gás, descoberta de drogas e aeroespacial.

Eles são geralmente compostos de milhares ou até milhões de processadores que trabalham juntos para realizar cálculos em paralelo e exigem hardware e software especializados para funcionar , sendo alojados em instalações dedicadas projetadas para fornecer o resfriamento e a energia necessários.

Devido ao seu alto custo e natureza especializada, os supercomputadores são normalmente de propriedade e operados por governos, instituições de pesquisa e grandes corporações. No entanto, também existem serviços de supercomputação baseados em nuvem que permitem que pesquisadores e empresas acessem recursos de supercomputação com base no pagamento por uso, tornando-os mais acessíveis a uma ampla gama de usuários.

Dentre os maiores e mais potentes supercomputadores temos os seguintes, em ordem de poder computacional (atualizada em novembro/2022):

Frontier - Oak Ridge National Laboratory, Estados Unidos - 1.102 PFlop/s

O Frontier é um supercomputador de alta performance construído pela HPE Cray. Ele utiliza processadores AMD Optimized 3rd Generation EPYC 64C 2GHz e aceleradores AMD Instinct MI250X, além da rede Slingshot-11, também da HPE. Ele é utilizado pelo Departamento de Energia dos EUA para realizar pesquisas nas áreas de energia, clima e segurança nacional.

Fugaku - RIKEN Center for Computational Science, Japão - 442.01 PFlop/s

O Fugaku é o supercomputador mais poderoso do mundo atualmente. Ele foi desenvolvido pela Fujitsu para o centro de pesquisa japonês RIKEN. Ele utiliza processadores A64FX 48C 2.2GHz e uma rede de interconexão chamada Tofu. O Fugaku é usado para simulações nas áreas de saúde, meio ambiente, energia, ciências dos materiais e muitas outras.

LUMI - EuroHPC/CSC, Finlândia - 309.10 PFlop/s

O LUMI é um supercomputador construído pela HPE Cray para o consórcio EuroHPC, liderado pelo Centro de Ciências da Computação da Finlândia. Ele utiliza processadores AMD Optimized 3rd Generation EPYC 64C 2GHz, aceleradores AMD Instinct MI250X e a rede Slingshot-11, também da HPE. O LUMI será usado para pesquisas em muitas áreas, incluindo clima, energia, saúde e física.

Leonardo - CINECA, Itália - 174.70 PFlop/s

O Leonardo é um supercomputador construído pela Atos para o consórcio EuroHPC, liderado pelo CINECA da Itália. Ele utiliza processadores Xeon Platinum 8358 32C 2.6GHz da Intel, aceleradores NVIDIA A100 SXM4 64 GB e a rede Quad-rail NVIDIA HDR100 Infiniband. O Leonardo é usado para pesquisas em muitas áreas, incluindo engenharia, física, química e biologia.

Summit - Oak Ridge National Laboratory, Estados Unidos - 148.60 PFlop/s

O Summit é um supercomputador construído pela IBM para o Departamento de Energia dos EUA. Ele utiliza processadores IBM POWER9 22C 3.07GHz e aceleradores NVIDIA Volta GV100, além da rede Dual-rail Mellanox EDR Infiniband. O Summit é usado para simulações em muitas áreas, incluindo ciência dos materiais, biologia e energia.

Sierra - Lawrence Livermore National Laboratory, Estados Unidos - 94.64 PFlop/s

Utiliza processadores IBM POWER9 e placas de vídeo NVIDIA Volta GV100. Possui uma rede de interconexão de alta velocidade Mellanox EDR Infiniband.

Sunway TaihuLight - Wuxi, na China - 93,01 PFlops/s

Ele possui 10.649.600 núcleos e utiliza processadores Sunway SW26010 de 260 núcleos a 1,45GHz. O TaihuLight é atualmente o terceiro supercomputador mais rápido do mundo.

Perlmutter - Lawrence Berkeley, nos Estados Unidos - 70,87 PFlops/s

Ele possui 761.856 núcleos e utiliza processadores AMD EPYC 7763 de 64 núcleos a 2,45GHz, bem como GPUs NVIDIA A100 SXM4 de 40 GB. O Perlmutter foi lançado em maio de 2021 e é utilizado para simulações em diversas áreas, incluindo astronomia e física de partículas.

Selene - Sede da NVIDIA Corporation, nos Estados Unidos-  63,46 PFlops/s

Ele possui 555.520 núcleos e utiliza processadores AMD EPYC 7742 de 64 núcleos a 2,25GHz, bem como GPUs NVIDIA A100. O Selene é usado pela NVIDIA para pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias de inteligência artificial.

Tianhe-2A - Guangzhou, China, - 61,44 PFlops/s

Ele possui 4.981.760 núcleos e utiliza processadores Intel Xeon E5-2692v2 de 12 núcleos a 2,2GHz, além de uma rede de interconexão própria. O Tianhe-2A foi o supercomputador mais rápido do mundo de 2013 a 2016 e ainda é utilizado para pesquisas em áreas como física, clima e materiais.

Artigos que podem te interessar

Viagem no tempo
Viagem no tempo

As viagens no tempo são um conceito popular no mundo dos geek, aparecendo numa...

Tendências modernas em tecnologia e os 'geeks'
Tendências modernas em tecnologia e os 'geeks'

Nos últimos anos, temos testemunhado um avanço tecnológico sem...

As 10 maiores mentes do mundo
As 10 maiores mentes do mundo

O mundo está cheio de mentes brilhantes que fizeram contribuições...