Gabriela Cravo e Canela – Jorge Amado


Gabriela Cravo e Canela – Jorge Amado

by Grace Esperança, in ENEM


Posted on June 14, 2023 at 01:36 PM

O livro "Gabriela, Cravo e Canela" é uma obra clássica do renomado autor brasileiro Jorge Amado. Publicado originalmente em 1958, o romance é ambientado na cidade fictícia de Ilhéus, no estado da Bahia, e retrata a vida dos moradores locais durante os anos 1920.

A história se inicia com a chegada de Gabriela, uma jovem e bela retirante do sertão, a Ilhéus em busca de trabalho. Ela é contratada como cozinheira pelo poderoso coronel Ramiro Bastos, que é dono de um dos engenhos de cacau mais importantes da região. Gabriela conquista a todos com sua beleza exuberante e sua habilidade culinária excepcional, tornando-se rapidamente uma figura central na cidade.

Nesse contexto, o enredo se desenrola ao redor das relações pessoais e dos acontecimentos sociais que se desdobram em Ilhéus. Uma das principais tramas é o romance entre Gabriela e Nacib, um sírio-libanês dono do bar Vesúvio, ponto de encontro da elite e dos trabalhadores da cidade. Nacib se apaixona perdidamente por Gabriela, e os dois iniciam um relacionamento amoroso intenso e tumultuado.

A personagem de Gabriela é retratada como uma mulher livre, sensual e desinibida, que vive intensamente o presente. Sua beleza e seu jeito cativante atraem não apenas Nacib, mas também outros homens da cidade, despertando ciúmes e paixões. No entanto, Gabriela enfrenta o desafio de conciliar sua natureza livre com a expectativa de fidelidade que Nacib espera dela.

Paralelamente, o romance aborda questões políticas e sociais da época, como a ascensão da classe média e os conflitos entre os coronéis do cacau. Ilhéus é uma cidade marcada pela influência dos coronéis, que controlam a economia e exercem poder político sobre a população. A narrativa revela os jogos de interesse, as rivalidades e as disputas de poder entre esses personagens.

Outro tema central é o preconceito racial, que é retratado através do personagem Mundinho Falcão, um jovem engenheiro que chega a Ilhéus com ideais progressistas e a intenção de transformar a cidade. Mundinho busca romper com os valores conservadores da elite local e luta pela igualdade racial e social. Sua presença e suas ações despertam resistência e conflitos na comunidade.

Ao longo da narrativa, Jorge Amado tece uma rica descrição da cultura baiana, destacando a música, a comida, as festas e as tradições locais. A obra é permeada por personagens marcantes e pitorescos, que representam diferentes camadas sociais e proporcionam momentos de humor e reflexão.

No desfecho do romance, acontecem eventos dramáticos que abalam a cidade de Ilhéus, envolvendo tanto os personagens principais quanto os secundários. A trama culmina em uma transformação profunda na vida de Gabriela, Nacib e de toda a cidade, deixando marcas indeléveis nos personagens e nas relações estabelecidas ao longo da narrativa.

Artigos que podem te interessar

Resumo do Livro Dom Casmurro – Machado de Assis
Resumo do Livro Dom Casmurro – Machado de Assis

"Dom Casmurro" é uma obra literária do renomado autor brasileiro Machado de...

Obra Grande Sertão: Veredas – Guimarães Rosa
Obra Grande Sertão: Veredas – Guimarães Rosa

Publicado em 1956, o romance "Grande Sertão: Veredas" é uma obra-prima da...

Do que se trata o livro 'Vidas Secas – Graciliano Ramos'?
Do que se trata o livro 'Vidas Secas – Graciliano Ramos'?

Uma obra-prima da literatura brasileira escrita por Graciliano Ramos, publicada em 1938,...